10 de nov de 2015

Relato da primeira tatuagem

Sempre gostei dessas coisas de piercings e tatuagens, e desde os quinze sempre tive vontade de fazer uma tatuagem. Então os 18 chegou e eu não pensei duas vezes se queria realmente fazer ou não, já tinha decidido o que eu iria fazer então corri pro estúdio e marquei.




Geralmente as pessoas se tatuam pra representar algo, seja um simbolo, um fato marcante na vida ou porque simplesmente acham bonito. Comigo não foi diferente, eu sempre amei fotografia e trabalhar e cursar o que eu gosto sempre foi um sonho. E agora um sonho que estou vivendo e que vou levar pro resto da minha vida porque é isso que eu escolhi. Então meramente, a tatuagem foi um marco de que eu consegui fazer isso e por isso ela significa muito.

Sobre dor e os cuidados: 
Muitos me perguntarem se doeu ou não e antes de fazer ficaram me colocando medo, acho que dor varia de pessoa pra pessoa e também o local da tatuagem. Eu não senti aquela dor que todo mundo descrevia, mas é como se fosse uns pequenos arranhões na pele - suportável - 
Sobre a cicatrização foi super tranquilo e todos os dias passei pomada a base de vitamina B5 e dexpantenol (como o Bepantol, Neopantol, etc) e procurei evitar alimentos pesados.


Se pretendo fazer mais ? Pretendo, mas estou pensando direito no que e aonde pois tatuagem é uma coisa que temos que conviver pra sempre e sem arrependimentos.




Um comentário:

  1. "Eu confio" é um texto sobre a importância de escolher um suplemento alimentar de confiança, de uma marca que aposta em estudos científicos para demonstrar a qualidade dos seus produtos. Visita o blogue para descobrires mais sobre a Pharma Nord e o BioActivo Q10.
    O Histórias de Ariadne é um blogue pessoal em que podes encontrar textos sobre assuntos farmacêuticos, histórias pessoais, dicas/truques/artigos para alcançar o sucesso (seja pessoal, bem-estar ou profissional), fotos das minhas gatas (yup, sou uma daquelas pessoas que ama gatos e é viciada em café). Dá uma espreitadela, pode ser que até gostes do que por lá partilho.

    Beijinhos
    Ariadne
    http://historiasdeariadne.blogspot.pt

    ResponderExcluir